Comitê Paralímpico

O Comitê Paralímpico Brasileiro lançou nesta terça-feira, 16, o programa “Atleta Cidadão”. Em evento realizado no CT Paralímpico, em São Paulo, o CPB ainda anunciou que haverá a distribuição de 300 bolsas de estudos integrais para cursos de ensino superior para atletas e ex-atletas, no formato à distância (EaD).

A apresentação contou com a presença dos medalhistas paralímpicos Antônio Delfino, ouro nos 200m e 400m T46 (amputados de braço) em Atenas 2004 e prata nos 400m em Sydney 2000, e Adria Jesus, bronze no vôlei sentado feminino no Rio 2016. Os dois são os primeiros atletas a concluírem o ensino superior por meio da iniciativa do CPB.

Além deles, estiveram presentes Ivaldo Brandão, vice-presidente do CPB, Linamara Rizzo Battistella, secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Cid Torquato, secretário Municipal da Pessoa com Deficiência, Silvio Soares dos Santos, diretor-geral da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer, Simone Rocha, presidente do Conselho de Atletas do CPB, e de Pílade Moreira de Moraes, diretor de parcerias estratégicas do Grupo Estácio, e presidentes de confederações esportivas paralímpicas.

A Dmix

Para o Evento do Comitê Paralímpico foi montado um palco duplo, com rampa para acesso de deficiente físico, banner em backdrop, telão de led de alta resolução e sonorização acústica.

 

FONTE: